Kingo Labs
Leonardo da Vinci
Home » História » Leonardo da Vinci: saiba mais sobre a figura histórica

Leonardo da Vinci: saiba mais sobre a figura histórica

O italiano Leonardo da Vinci viveu faz mais de 500 anos e apresentou ao mundo algumas inovações que passariam a ser fabricadas somente séculos depois. Se destacou em diversas áreas do conhecimento, sendo tratado como uma das mentes mais brilhantes da história.

Alguns pensam que era um viajante no tempo, será? Aqui falaremos tudo sobre a vida de Da Vinci.

Leonardo da Vinci

Matemático, engenheiro e pintor. Só para citar três das capacidades desenvolvidas por Leonardo da Vinci. Foi um dos homens mais inteligentes de todos os tempos, propondo inovações que as pessoas jamais imaginavam. Viveu durante 67 anos e pode mostrar ao mundo todo o conhecimento que possuía, das mais diferentes formas.

Quem foi Leonardo da Vinci?

Leonardo di Ser Piero da Vinci nasceu no vilarejo italiano Anchiano, que atualmente tem cerca de 15 mil habitantes. Seu nascimento foi no dia 15 de abril de 1452. Ele era polímata, aquele tipo de pessoa que não possui conhecimento restrito a uma única área. Trabalhou como cientista, matemático, engenheiro, inventor, anatomista, pintor, escultor, arquiteto, botânico, poeta e músico.

Da Vinci é tratado hoje em dia como percursor da aviação e da balística. Tinha uma curiosidade insaciável, buscando novas descobertas a cada momento. Apresentou a sociedade ideias muito avançadas em relação ao século XIV. Tanque de guerra, helicóptero, energia solar e calculadora foram alguns dos protótipos. Tem gente que imagina que Leonardo da Vinci era um viajante no tempo.

O menino Leonardo

Não existem muitas informações sobre a infância do jovem Leonardo da Vinci. Pesquisadores acreditam que durante os cinco primeiros anos de vida ele tenha ficado no vilarejo onde nasceu. Sua mãe casou-se com um lavrador e ele foi morar com o seu pai, junto com a madrasta. Seu pai o mandava pintar, a primeira delas foi tão surpreendente que acabou sendo vendida a um camponês.

A infância de Da Vinci

Nos anos seguintes foi influenciado por personalidades importantes da época. Quando tinha 17 anos se tornou aprendiz de Andrea di Cione, o que lhe proporcionou aprender ciências humanas. A partir disso desenvolveu conhecimento sobre química, metalurgia, mecânica e carpintaria. Em 1472, quando tinha 20 anos, conseguiu o cargo de mestre na Guilda de São Lucas, que reuniu diversos artistas e doutores em medicina.

A pintura de Mona Lisa

Talvez a obra mais famosa de Da Vinci tenha sido o quadro Mona Lisa. Conhecida como La Gioconda ou a sorridente, a obra foi produzida entre 1503 e 1506. A pintura foi feita a óleo sobre a madeira e atualmente está no Museu do Louvre, em Paris. Especialistas estimam que o seu valor de mercado é superior a US$ 3 bilhões. É uma pintura controversa e cheia de significado, que rende discussões até hoje.

Leonardo da Vinci e o helicóptero

Na maior parte de sua vida foi apaixonado por voos. Produziu diversos estudos sobre pássaros, criando ainda vários planos para máquinas voadoras. Criou um protótipo, tentando colocar em prática todo o conhecimento teórico, chamado de Cisne Voador. Historiadores garantem que em 1510 quatro homens teriam movimentado um helicóptero criado por ele. A viabilidade destes projetos foi comprovada.

Como era o tanque de guerra?

Com conhecimentos de engenharia e mecânica, desenvolveu diversos projetos de armas de guerra. Uma delas era um tanque blindado, projetado para o Duque de Milão, embora nunca tenha saído do papel. A cobertura era extremamente resistente, protegendo quem estivesse no seu interior. Os disparos realizados pela máquina iriam se desintegrar no ar, causando mais impacto.

Homem Vitruviano

Não podemos falar de Leonardo da Vinci sem citar o Homem Vitruviano. É considerado um trabalho que representa o espírito renascentista. Esse desenho foi produzido em 1490, trazendo as proporções humanas. Foi a partir disso que criaram o primeiro robô conhecido da história, O Robô de Leonardo.

Estudos de anatomia

Seu mestre Andrea del Verrocchio lhe ensinou sobre o corpo humano. Não demorou para que se tornasse uma das pessoas com mais conhecimento na área. Era um artista de sucesso e recebeu permissão para dissecar cadáveres humanos no Hospital de Santa Maria Nuova, em Florença, depois em Roma e Milão.

Leonardo produziu mais de 200 desenhos sobre anatomia. Este trabalho acabou sendo publicado somente em 1680, quando faziam 161 anos de sua morte. Estudou os músculos, os nervos, coração e todo o sistema vascular. Foi Da Vinci que fez um dos primeiros desenhos do útero.

Qual era o QI de Leonardo da Vinci?

Em 1926 um estudo propôs que o quociente de inteligência (QI) de Leonardo da Vinci era 180. É considerado por muitos pesquisadores e estudiosos como o maior gênio da história, devido a capacidade de trabalhar em diversas áreas e obter sucesso em todas elas. O QI médio é entre 90 e 109, quem tem acima de 130 é considerado superdotado. Conforme o Guinness Book, Marilyn Von Savant atingiu QI de 228 pontos. Albert Einstein, Stephen Hawking e Bill Gates têm QI de 160.

Leonardo da Vinci era viajante do tempo?

Leonardo da Vinci adorava escrever mensagens subliminares em suas pinturas, trazendo nelas alguns segredos da humanidade. Na última década encontraram um diário, que supostamente pertencia a Leonardo, cheio de anotações que muito lembram tecnologias desenvolvidas somente no século XXI. Nas páginas existem informações sobre a água e o universo.

Como existem poucas informações sobre o seu nascimento, tudo pode ter sido inventado.  Outros sugerem que teve contato com extraterrestres e estes teriam lhe mostrado informações sobre o futuro, assim pôde projetar máquinas como o protótipo de helicóptero. Oficialmente, o único documento que deixou fala sobre a visita a uma caverna, onde sentiu medo, o que tinha lá, ninguém sabe.

A morte do gênio da Vinci

Leonardo da Vinci morreu no dia 2 de maio de 1519, na cidade de Clos Lucé, em Amboise, na França. Nessa época tinha 67 anos, idade bastante avançada para pessoas do século XV. Era muito próximo do rei daquele país, que lhe mantinha cheio de regalias até os últimos momentos. Deixou um vasto legado, com tecnologias utilizadas até hoje e obras que seguem admiradas.