Kingo Labs
Vilões mais perigosos das novelas
Home » Vida de nerd » Filmes e Séries » Vilões mais perigosos das novelas

Vilões mais perigosos das novelas

Brasileiro é um dos povos mais noveleiro que existe. São diversas tramas passando diariamente na televisão. Quem gosta tem mais de uma dezena de opções para escolher. Novela que é novela tem que ter um vilão perigoso, aquele que deixa o mocinho no chinelo.

Quais os mais perigosos de todos? Fizemos uma lista com os principais deles e temos certeza que você vai gostar.

Vilões mais perigosos das novelas

A cada ano são exibidas diversas novelas novas, mas tem alguns vilões que continuam vivos nas nossas memórias. As vezes eles cometem tantas atrocidades que acabam se tornando inesquecíveis. Aqui vamos falar sobre os mais perigosos, aqueles que colocam medo em qualquer um.

Marcos – Mulheres Apaixonadas

Vivido por Dan Stulbach, Marcos era um psicopata e um dos vilões mais estranhos da história das novelas. Era um homem extremamente ciumento e possessivo, dessa forma bateu na esposa diversas vezes ao longo da trama. Marcos costumava usar uma raquete de tênis para praticar este ato e chegou a atropelar um jovem. Foi importante para conscientizar a população em relação a violência doméstica.

Regina Camargo Leal – Vidas em Jogo

Beth Goulart foi contratada pela Record para interpretar a vilã Regina. Tinha uma vida rica, mas com a morte do marido as coisas mudaram. Depois fez com que a sua filha se casasse com um ganhador da loteria. O homem havia vencido junto com outros 9 amigos e recebeu uma parte do prêmio, a outra parte seria paga apenas depois de cumprir um desafio. Então Regina contratou capangas para impedir que os outros vencessem.

Filinto Guerra – Amor e Revolução

Amor e Revolução foi uma novela com cenas fortes. Mostrava o Brasil na época da Ditadura Militar. Um dos militares era Filinto, torturador, sádico e abusivo. Adorava caçar os comunistas.

Sinhozinho Malta – Roque Santeiro

Em 1985 a Globo produziu uma das novelas de maior sucesso da história e tinha como vilão Lima Duarte, no papel de Sinhozinho Malta. Acabou se tornando um personagem querido do público e é lembrado até hoje, mas era ele quem articulava tudo de ruim que acontecia na cidade de Asa Branca.

Bia Falcão – Belíssima

Bia Falcão era uma mulher determinada e algumas vezes acabava passando do ponto. Interpretada pela atriz Fernanda Montenegro, a personagem não gostava de ser contrariada. Influenciou nos relacionamentos de sua filha e de seu neto, mas o ponto forte foi quando ela entrou no túnel e desapareceu, voltando só no fim da novela.

Felix Khoury – Amor à Vida

No final da trama Felix mudou de personalidade e nem era mais vilão. Mas, antes o personagem interpretado por Mateus Solano praticou diversas maldades. Começou a novela como um canalha que foi capaz de jogar o bebê de sua irmã em uma caçamba de lixo, foi se regenerando, viveu na pobreza e terminou querido pelo público.

Alexandre – A Viagem

A Viagem foi uma novela com duas versões. A primeira delas produzida pela TV Tupi teve Ewerton de Castro como Alexandre e na segunda, exibida pela Globo, Guilherme Fontes interpretou. Era um jovem delinquente que se suicidou na prisão e depois de morto, já como espirito, influenciava de maneira negativa a vida de muita gente, principalmente os que o fizeram ser preso.

Flora – A Favorita

Flora certamente foi uma das vilãs mais inescrupulosas desta lista. Interpretada pela atriz Patrícia Pillar, passou 18 anos presa por um crime que ela jurava não ter cometido. Quando saiu da cadeia estava disposta a tomar tudo o que era da rival. Parecia ser a injustiçada, mas foi confirmada como assassina e aplicou diversos golpes.

Leonardo Brandão – Insensato Coração

Em 2011 a Globo precisou abrir o cofre para trazer Gabriel Braga Nunes em substituição a Fábio Assunção para o papel do vilão Leonardo Brandão. Era um golpista que seduziu uma técnica de enfermagem que cuidava de um idoso, matou o homem e roubou a sua fortuna. Colocou a culpa na mulher, roubou a namorada do irmão e se casou com ela.

Olavo Novaes – Paraíso Tropical

Wagner Moura não participou de muitas novelas, mas quando fez conseguiu marcar época. Ele deu vida ao vilão Olavo Novaes, de Paraíso Tropical, que escondia de todos o seu lado canalha. Era diretor de uma grande empresa, mas almejava algo maior e por isso cometia as mais diversas maldades. Seu relacionamento com Bebel (Camila Pitanga) era um dos pontos fortes da trama.

Nazaré Tedesco – Senhora do Destino

O papel de Nazaré Tedesco caiu no colo de Renata Sorrah depois que Regina Duarte não aceitou fazer Maria do Carmo. E ela deu show. Na primeira fase a personagem foi interpretada por Adriana Esteves, quando roubou o bebê de Do Carmo. Já na fase final fez diversas maldades que foram eternizadas na TV brasileira.

Romero Rômulo – A Regra do Jogo

Alexandre Nero fez muitos papéis em pouco tempo, então talvez você possa não lembrar de Romero Rômulo, de A Regra do Jogo. No começo da novela parecia que seria o grande mocinho, mas aos poucos foi mostrando o seu lado mau-caráter, passando a aliciar jovens para a realização de seus negócios ilícitos. Ainda era ligado com facções de presídios.

Jackson – Vidas Opostas

Na novela da Record, Jackson era um bandido tenebroso. A história começa mostrando o personagem na cadeia, junto com seu irmão Jeferson. O ator Heitor Martinez desempenhou bem o papel, principalmente nas cenas fortes que envolveram o sequestro de uma das personagens.

Coronel Pedro Barros – Irmãos Coragem

Outra novela que teve remake e um vilão barra pesada foi Irmãos Coragem. Sucesso absoluto da Globo em 1970, teve Gilberto Martinho no papel do Coronel Pedro Barros, homem que fazia o que queria na sua cidade, até roubar o diamante de João Coragem. Em 1995 foi interpretado pelo saudoso Cláudio Marzo.

Carminha – Avenida Brasil

Interpretada por Adriana Esteves, Carminha executou diversos planos em Avenida Brasil. Ela foi a responsável pela morte do marido, para dar um golpe no ex-jogador de futebol Tufão, a quem sempre traiu. Deixou o seu filho no lixão e ainda ameaçou enterrar a rival viva. Carminha é a principal vilã desta década.