Kingo Labs
Catedral de Notre-Dame
Home » História » Catedral de Notre-Dame: saiba mais sobre o monumento

Catedral de Notre-Dame: saiba mais sobre o monumento

A Catedral de Notre-Dame levou quase 200 anos para ficar pronta, desde a suas obras iniciais. O monumento passou por um grave incêndio em 2019, chamando atenção do mundo inteiro para este local que tem quase mil anos de história.

Onde fica a Catedral de Notre-Dame? Por que ela foi construída? Saiba tudo sobre este local no artigo a seguir.

Catedral de Notre-Dame

Certamente você já ouviu falar sobre o Corcunda de Notre-Dame ou assistiu algum filme sobre essa história. Este livro ajudou a deixar ainda mais popular o monumento de mesmo nome, localizado em Paris e que tem quase mil anos de história.

A construção, os objetivos e o incêndio de 2019 serão alguns dos assuntos comentados a seguir.

Quando foi construída a Catedral de Notre-Dame?

A construção começou em 1163, como uma homenagem a Virgem Maria, a mãe de Jesus Cristo. As obras continuaram até 1345, entre idas e vindas.

Ao longo de todos estes anos, a construção inicial passou por momentos complicados e correu o risco de ser demolida. A Catedral de Notre-Dame passou por diversas alterações desde o projeto original.

Processo de construção

O local escolhido para a construção da Catedral de Notre-Dame já possuía um histórico de culto religioso. Isso envolvendo o passado de celtas e romanos. A Basílica de Saint-Étienne foi uma das primeiras igrejas cristãs de Paris e estava por perto. Antes da catedral, ergueram uma igreja de arquitetura romana, permanecendo até 1163.

Nesta época, a Alemanha vivia um período de crescimento e era uma potência europeia. Na França quem exercia o poder era o monarca Luís VII, aceitando a ideia proposta pelo bispo Maurice de Sully, financiando o projeto. A construção começou mesmo em 1163 e durou até a metade do século XIV, incluindo a participação de vários arquitetos no projeto.

Como é o interior da Catedral?

O edifício tem 127 metros de comprimento, com 48 de largura e 35 metros de altura. Conta com colunas de fuste liso, que trazem verticalidade e possibilitam a divisão do espaço.

Existem janelas que são abertas, possibilitando a entrada de luz solar. A construção possui grandes lotes de janelas e desenhos representando a fé.

Sinos da Catedral

A estrutura possui diversos sinos, alguns deles com nomes próprios, como o Boudon Emmanuel, da torre sul. Muitos dos sinos foram derretidos durante a Revolução Francesa, para a fabricação de canhões. O Boudon Emmanuel está instalado desde 1681 e desde então tocou apenas 84 vezes.

Onde fica a Catedral de Notre-Dame?

A Catedral de Notre-Dame fica na Île de la Cité, em Português, Ilha da Cidade. Ela é uma das duas ilhas localizadas no Rio Sena, o mais famoso da França. Atualmente conta com residências apenas nas zonas norte e oeste. Entre os pontos turísticos, destaque para a catedral, o Palácio da Justiça e a Pont Neuf.

A Catedral é gótica?

Existem duas correntes de influências arquitetônicas no projeto, uma delas romântica e inovadora, incluindo conceitos góticos. O edifício procura apresentar leveza e facilidade de ascensão.

A planta foi desenvolvida no formato de cruz romana, não podendo ser percebida por quem está dentro. O teto côncavo e os arcos diagonais marcam presença, destacando características góticas.

Morte na fogueira

O grão-mestre templário Jacques de Molay foi queimado vivo em uma fogueira nas proximidades da Catedral de Notre-Dame. Ele havia ficado sete anos em uma prisão e foi executado onde hoje está a Praça Verte-Galant.

Isso aconteceu em 1314 e a condenação foi uma ordem direta do Papa Clemente V, junto com o rei Filipe IV da França.

A Catedral de Notre-Dame durante a Revolução Francesa

A Revolução Francesa começou em 1789 e seguiu até 1799, levando Napoleão Bonaparte ao poder. Nestes dez anos diversos elementos originais da Catedral foram destruídos e muitos itens importantes e valiosos foram roubados.

A Catedral passou a ser utilizada como um armazém para guardar alimentos, já que está localizada em um ponto estratégico da capital do país.

Patrimônio da Unesco

A Catedral de Notre-Dame é considerada um patrimônio mundial da humanidade pela Unesco. Além deste, na França existem outros monumentos que receberam a mesma classificação, como as cidades de Lyon e de Le Havre.

Após o incêndio de 2019, a Unesco emitiu um comunicado dizendo que “está ao lado da França para salvaguardar e reconstruir esse patrimônio histórico de excepcional valor universal”.

Incêndio de 2019

No dia 15 de abril de 2019 a Catedral de Notre-Dame foi atingida por um incêndio. O fogo começou no telhado do edifício e deixou diversos estragos. O problema teve início por volta de 18h50 no horário local e persistiu ao longo de 15 horas, até que os bombeiros conseguissem pôr um fim as chamas.

A Polícia não conseguiu concluir o que levou ao fogo, mas supostamente foram obras de restauração que estavam sendo realizadas. Uma missa aconteceria às 19h, então pouco antes as portas da catedral foram fechadas e uma fumaça branca começou a sair, depois mudada para uma cor escura. A ilha rapidamente foi evacuada e todos os acessos foram fechados.

O combate às chamas foi possível com o trabalho de 400 bombeiros. O incêndio chamou atenção do mundo inteiro, por se tratar de uma obra com quase mil anos de história. Alguns dias depois, foram iniciados movimentos visando a arrecadação de recursos que permitissem obras de reparos na estrutura, passando de 600 milhões de euros.

Corcunda de Notre-Dame

Conhecido por O Corcunda de Notre-Dame ou Notre-Dame de Paris, é um livro lançado em 1831 no estilo de romance, escrito pelo francês Victor Hugo. Quando a obra foi divulgada, o personagem principal nem era o corcunda. A obra tem 940 páginas, falando sobre a antiga catedral e os momentos históricos registrados na época medieval em Paris.

O Corcunda de Notre-Dame se passa em 1482, mais de 100 anos depois da inauguração do monumento. O personagem principal é Quasimodo, que vive na catedral desde os quatro anos de idade, quando foi abandonado por seus pais devido à deformidade na coluna. A obra já foi adaptada diversas vezes para o cinema e para peças de teatro.