Kingo Labs
O tráfico de ópio pela família real inglesa
Home » História » O tráfico de ópio pela família real inglesa

O tráfico de ópio pela família real inglesa

Quando a segunda fase da Revolução Industrial estava começando, os ingleses precisavam de muita matéria-prima para garantir que as fábricas não parassem. Encontraram na China o local ideal para buscar seda e outras iguarias. Enquanto isso mandavam ópio para lá. Como essa questão foi resolvida? O que é ópio? Confira abaixo.

O início da história do tráfico de ópio

Quando terminaram as guerras napoleônicas, os países europeus passaram a buscar o comércio com as forças do Extremo Ocidente. Nessa época, assim como é hoje, a China impunha forte resistência sobre o comércio estrangeiro. O único local aberto era o porto de Cantão, conhecido também como Guangzhou.

Nesse período da história o Reino Unido era o país mais rico e desenvolvido de todo o mundo, já entrando na segunda fase da Revolução Industrial. Então a família real inglesa precisava gerir o estoque de matérias-primas, onde a demanda era cada vez maior. A Índia tinha um comércio aberto, enquanto a China não se mostrava interessada em negociar.

Quem era a família real inglesa?

Durante as duas guerras do ópio a Inglaterra era conduzida pela rainha Vitória do Reino Unido. Ela assumiu o trono em 1837 e permaneceu no poder até 1901. Ela tinha apenas 19 anos quando se tornou rainha e tinha 21 quando o país se envolveu na guerra com os chineses. Ela se casou inclusive durante os conflitos, com o Príncipe Consorte do Reino Unido Alberto de Saxe-Coburgo-Gota.

Em 1856, quando começou a Segunda Guerra do Ópio, Vitória e Alberto já eram pais de oito filhos, mais uma nasceu no ano seguinte. Naquela época a monarquia vivia um período de extremo luxo, já que no começo daquele século o território irlandês havia sido anexado pela Grã-Bretanha. Vitória morreu em 1901, quando a questão com a China já estava mais calma.

O que é ópio?

Ópio nada mais é do que um veneno para os seres humanos. Em sua composição existem substâncias alcaloides vindos de uma espécie de papoula com ativos analgésicos, narcótica e hipnótica. É produzido por meio da desidratação do suco espesso existente em frutos imaturos da planta. O látex contem 12% de morfina, que causa sensação de descanso.

No Oriente a utilização passou a ser bem popular, sendo utilizado de maneira mascarada, provocando euforia e sono mental. Quem utiliza de maneira continua pode ficar viciado quimicamente e fisicamente. Sua utilização faz mudanças no córtex cerebral, no sistema respiratório e pode causar problemas estomacais. Na medicina é utilizado para a produção de soníferos.

Por que os chineses gostavam de ópio?

Em meados do século XIX os chineses parecem que tinham encantamento pela utilização de ópio. Talvez isso aconteceu devido as características viciantes que ele traz. Inicialmente o ópio foi levado para a cultura chinesa de maneira ilegal pelos norte-americanos. Logo começou o tráfico por parte dos britânicos, financiado pela família real inglesa. Algumas vezes os chineses eram obrigados a provarem, adquirindo o vício químico.

O que causou a Guerra do Ópio?

Envolvendo importantes países do mundo, a Guerra do Ópio começou quando em 1830 os ingleses passaram a ter exclusividade nas exportações comerciais no porto de Cantão, na China. Esse país asiático exportava seda, chá e porcelana para a Europa. Nessa época a Inglaterra passava por uma queda em seu produto comercial, então a partir disso passou a traficar ópio indiano para a China. Quando os chineses proibiram a prática os ingleses atacaram militarmente.

China proíbe importação de ópio

Durante dez anos, entre 1811 e 1821 eram transportados cerca de 4.500 pacotes, com 15 kg em cada um deles. Nos anos seguintes o índice aumentou quatro vezes, chegando a 450 toneladas, o que representava uma grama para cada um dos habitantes do país naquela época, aproximadamente 450 milhões. A coroa inglesa faturava muito com esse comércio, representando 50% das exportações.

Em 1800 veio o primeiro decreto proibindo esse tipo de venda, mas não foi colocado em prática. Foi somente em 1839 que um novo decreto foi publicado, proibindo as importações de ópio. Em poucos dias todos os produtos do tipo foram queimados pelos militares chineses, não demorou para deram fim a 20 mil caixas. Isso foi motivado devido ao medo de colapso econômico e na área da saúde.

Segunda Guerra do Ópio

Em 1858 as potências europeias da época exigiram que a China aceitasse o Tratado de Tianjin, onde indicava que mais onze portos do país deveriam ser abertos ao comércio de ópio. A medida foi tomada pelos europeus que não viam o tráfico com bons olhos e queriam vender a droga de forma legal. Assim que o imperador chinês decidiu não assinar o acordo, as terras do país foram ocupadas.

A família real inglesa participou diretamente da Segunda Guerra do Ópio, que teve duração de quatro anos, entre 1856 e 1860. Depois da assinatura do tratado, em 1900 já eram mais de 50 portos abertos para os países ocidentais, onde a maioria deles eram controlados pelos Estados Unidos. Macau e Hong Kong foram dominadas por décadas, até o fim do século XX.

Ingleses foram os primeiros traficantes?

Hoje em dia conhecemos diversas personalidade famosas devido ao tráfico de drogas, como Pablo Escobar, El Chapo e Fernandinho Beira-Mar. Mas um país praticar esse tipo de ação, ainda mais uma monarquia, é algo meio estranho. Diferentes tipos de tráfico foram registrados ao longo da história da humanidade, sendo este britânico apoiado pela família real um dos mais curiosos.

HSBC surgiu do tráfico de ópio?

O HSBC é um banco britânico que teria sido criado para mover o tráfico de ópio. Pesquisadores garantem que as letras remetem a Hong Kong & Shanghai Banking Corporation. A empresa teria sido fundada por compradores chineses, que buscavam facilitar o tráfico de ópio no começo do século XIX. O primeiro navio do banco saiu de Londres em 1837, carregado de caixas do produto.

O início foi complicado, com navios encalhando e afundando. Em 1839 foi assinado um acordo com a P&O para o transporte via Alexandria, no Egito. A fundação oficial do HSBC veio somente em 1865, depois do fim da Segunda Guerra do Ópio.