Kingo Labs
Por que nunca se foi até Marte
Home » Ciência » Por que nunca se foi até Marte?

Por que nunca se foi até Marte?

O homem conseguiu pisar na lua pela primeira vez em 1969, quando o astronauta Neil Armstrong disse a celebre frase “É um pequeno passo para um homem, um salto gigante para a humanidade”. Desde então passou-se a imaginar uma viagem para Marte, que até hoje nunca aconteceu. É claro que a distância até o planeta vermelho é bem maior do que até o nosso satélite, mas por que nunca se foi até lá? Quer descobrir essa resposta? Veja a seguir.

Conheça Marte, o planeta vermelho

Marte é o quarto planeta a partir do Sol, sendo o segundo menor de todo o Sistema Solar, maior apenas do que Mercúrio. Recebeu este nome em homenagem ao deus romano da guerra e tem como apelido “planeta vermelho”, devido a tonalidade de seu solo. Acontece que existe grande concentração de óxido de ferro, dando essa aparência ao nosso vizinho.

Marte é um planeta rochoso, assim como a Terra, sendo por muitas vezes descrito como um local que poderia abrigar vida. Até 1965, quando aconteceu o primeiro voo bem-sucedido até lá, muitos acreditavam que poderia haver água em seu solo ou até mesmo vida. Até hoje não foram encontrados vestígios que indiquem que o planeta já foi habitado, por outro lado cientistas acreditam que já foi banhado por oceanos.

O planeta vermelho mede praticamente a metade do diâmetro da Terra, porém é mais denso. O solo é cheio de crateras, semelhante ao que pode ser observado na Lua, fruto de diversos impactos causados por meteoritos. Em Marte pode marcar 20º C em julho ou agosto e até – 127º C em fevereiro, na maioria do tempo a temperatura é mínima.

O homem nunca pisou em Marte?

Não. Certamente nenhum homem pisou em Marte até hoje. Até mesmo encontrar teorias da conspiração na internet sobre esse assunto é complicado. Alguns motivos colaboram para esse fato, como a longa distância, o período de viagem e o investimento que seria necessário para tal aventura.

Primeira sonda a chegar em Marte

O primeiro objeto construído pelos seres humanos a chegar ao solo marciano foi a Mariner 4, desenvolvida pela Nasa. Ela foi lançada no dia 28 de novembro de 1964 e chegou até Marte no dia 14 de julho de 1965. A viagem da Mariner 4 durou 228 dias, e por lá ela fez 21 fotografias.

Cinco anos depois, em 1969, foi a vez da Mariner 6 ser a segunda sonda a visitar o planeta vermelho. Ela chegou lá no dia 31 de julho, 156 dias após ter partido, em 25 de fevereiro. A Nasa continuou enviando sondas para conhecer mais o nosso vizinho, até que em 1971 a Mariner 9 foi em apenas 167 dias.

Qual a distância até Marte?

A cada dois anos a Terra e Marte atingem o chamado ponto de “oposição”, período em que ficam mais próximos. A menor distância é cerca de 55 milhões de quilômetros. As agências espaciais, como a Nasa, aproveitam essa época para enviarem naves para lá. Já a distância máxima pode ser de 402,3 milhões de quilômetros. Esse distanciamento acontece porque em alguns períodos cada um dos planetas está em um dos lados do Sol.

A distância média entre os dois astros é de 225 milhões de quilômetros. As órbitas circulam em forma elíptica e podem ser deslocadas de acordo com a proximidade de outros corpos celestes, como o gigante Júpiter. A menor distância que a humanidade pôde presenciar foi em 2003, quando Terra e Marte ficaram 56,3 milhões de km distantes, a menor em 60 mil anos.

Marte mais longe do que o Sol

A distância entre o Planeta Terra e sua estrela, o Sol, é de 149,6 milhões de quilômetros. Ou seja, na maior parte do tempo estamos mais próximos da enorme bola de fogo do que do planeta vermelho. Para efeito de comparação, a Lua fica a 384 mil quilômetros da Terra.

Quanto tempo levaria a viagem?

De acordo com especialistas no assunto, viajar até Marte demora entre 150 e 300 dias, dependendo da velocidade do lançamento e da distância entre os dois planetas. Quanto mais combustível tiver na nave, menor será o tempo de viagem, devido a combustão empregada no motor.

Considerando que a nave espacial viaje a 20 mil k/h e o planeta esteja a 55 milhões de quilômetros, ainda seriam necessários 115 dias. O lançamento do foguete não pode ser diretamente para onde Marte está, pois, o planeta se move, então é preciso apontar a nave para a posição futura do astro.

Levar sondas para o espaço, para Lua ou para outros planetas já é complicado, imagina com seres humanos. O combustível é uma grande limitação para viagens desse tipo. Teoricamente é possível reduzir a viagem em 25%, fazendo com que os motores trabalhem até metade do caminho e depois desacelerem.

Investimento para viajar até marte é um problema

Os Estados Unidos têm destinado cada vez menos recursos para a Nasa, em 1965 eram 5,3% e hoje 0,45% do orçamento do Governo. Segundo a agência, em 2005 uma viagem para a Lua custaria US$ 104 bilhões. George W. Bush queria missões tripuladas em 2015 e 2020, só que em 2010 Barack Obama acabou com o programa.

A ideia de Obama era investir em um programa para levar o homem até Marte, algo que deveria acontecer até 2030. A Nasa não revelou quanto custaria essa viagem, mas segundo especialistas em programa espacial, não sairia por menos de US$ 1,5 trilhão. A primeira missão tripulada custaria US$ 230 bilhões, a segunda e a terceira US$ 142 bilhões cada, além de custos adicionais.

O homem vai para Marte em 2030?

Em 2017 a Nasa revelou o seu plano de levar homens para Marte durante a década de 2030. O projeto possui quatro etapas e é focado em testar novas tecnologias disponíveis na Estação Espacial Internacional. O plano passará a ser executado a partir de 2022, se tudo der certo até lá. Na primeira fase quatro voos do megafoguete SLS deverão cápsulas Orion com astronautas para próximos da Lua, onde será construída uma nova estação.

A segunda fase deve começar em 2026, utilizando o novo espaço, chamado de Deep Space Gateway. Em 2028 uma missão na órbita lunar deve ser iniciada, para testar todos os sistemas da nave. A primeira viagem para Marte deve começar em 2033, será uma espécie de bate e volta, com duração de três anos. Se tudo ocorrer como o planejado, o homem pisará na superfície marciana a partir disso.