Kingo Labs
Mistérios do terço
Início » Religão » Mistérios do terço: saiba como são representados

Mistérios do terço: saiba como são representados

A Igreja Católica é uma das mais populares do mundo quanto ao número de fiéis e conta com diversas tradições. Uma delas é relacionada ao terço, que faz parte do Rosário. Esse artigo religioso conta com diversos mistérios, que servem para iluminar o caminho do devoto. Como rezar de maneira correta? Como funcionam os mistérios? Confira a seguir.

O que é um Rosário?

Conhecido por Santo Rosário, esse item faz parte da fé católica em devoção a Nossa Senhora. Ele consiste na recitação definida de orações, contando com uma ajuda, sendo dividido em várias partes, por meios de nós. O Rosário muitas vezes é chamado de terço, contando com alguns mistérios importantes para os católicos.

Isso acontece já que o Rosário é dividido em três partes iguais, com cinquenta contas em cada uma delas, logo cada um destes corresponde a terça parte. Em cada um dos terços existem mistérios. Segundo a fé cristã, esse tipo de oração pode trazer graça para quem acredita e para outras pessoas, podendo acabar com conflitos internacionais.

O que são mistérios do terço?

Cada um dos terços conta com quatro mistérios especiais: os Mistérios Gozosos, os Mistérios Dolorosos, os Mistérios Gloriosos e os Mistérios Luminosos. Este último foi proposto pelo Papa João Paulo II em 2002, mesmo com a alteração, o terço continuou em seu formato original, dividido em três partes de 50.

Assim, o Rosário da Virgem Maria conta com três grandes mistérios, onde os Gozosos servem para meditar sobre a vida, os Dolorosos para pensar sobre a morte e os Gloriosos para a glória de Jesus Cristo e de Maria. É importante seguir esta ordem definida, ou se atentar para os dias da semana se dividir no terço.

Mistérios por dia da semana

Cada Mistério poderá ser representado por um dia da semana, seguindo uma ordem básica. Nos domingos do Tempo Comum, na Páscoa, e domingo antes do Advento se reza os Mistérios Gloriosos. Caso seja um domingo de Quaresma ou Domingo de Ramos, então os Mistérios Dolorosos. Se for Natal ou Advento, que é um período de quatro domingos antes do Natal, então são os Mistérios Gozosos.

Nos outros dias segue a seguinte ordem:

  • Segundas-feiras – Mistérios Gozosos;
  • Terças-feiras – Mistérios Dolorosos;
  • Quartas-feiras – Mistérios Gloriosos;
  • Quintas-feiras – Mistérios Luminosos;
  • Sextas-feiras – Mistérios Dolorosos;
  • Sábados – Mistérios Gozosos.

Mistérios Gozosos

  1. A encarnação do Menino Jesus.
  2. A visitação de Nossa Senhora a Santa Isabel.
  3. O nascimento de Jesus Cristo.
  4. A Apresentação de Jesus Cristo no templo.
  5. A Perda do Filho de Deus e o encontro no templo.

Mistérios Dolorosos

  1. A Oração de Nosso Senhor no Horto da Oliveiras.
  2. O açoitamento do Senhor.
  3. A coroação de espinhos.
  4. O caminho até o calvário carregando a Cruz.
  5. A crucificação e morte de Nosso Senhor.

Mistérios Gloriosos

  1. 1 – A ressurreição de Cristo.
  2. 2 – A ascensão do Senhor.
  3. 3 – A chegada do Espírito Santo.
  4. 4 – A assunção de Nossa Senhora aos Céus.
  5. 5 – A coroação da Santíssima Virgem.

Mistérios Luminosos

  1. O batismo no Rio Jordão.
  2. A auto revelação nas bodas de Canaã.
  3. O anúncio do Reino de Deus convidando à conversão.
  4. A transfiguração.
  5. A Instituição da Eucaristia, expressão sacramental do mistério pascal.

Como rezar o terço de maneira certa?

O terço é formado por contas grandes e pequenas. A cada dezena de contas pequenas existe uma grande. O fio onde ficam as contas dá uma volta, deixando a quinta junto com a primeira dezena, começando outro terço. Antes do mistério existe um crucifixo, que é ligado ao terço por duas contas grandes e três pequenas.

Existem algumas variações no modo de rezar o terço, de acordo com a região onde o devoto mora e também a crenças da igreja. Primeiro é necessário invocar o espírito santo, segurando o terço e fazendo o Sinal da Cruz, rezando o Credo e na sequência um Pai-Nosso e três Ave-Marias, depois Glória, fechando com pequenas orações católicas.

Como rezar os mistérios?

Pelas contas grandes, os mistérios começam com o Pai-Nosso. Nas contas pequenas são rezadas as Ave-Marias. Assim que é concluída cada uma das dezenas, é momento de rezar o Glória, podendo incluir as Jaculatórias antes do próximo Pai-Nosso. Quando os terços são pelas almas do Purgatório é comum rezar também o Réquiem.

Assim que o terço e os mistérios forem terminados, é momento de rezar a Salve Rainha. Essa oração não está incluída na forma tradicional do Rosário, mas é bem comum em diversas partes do Brasil e do mundo. É indicado ainda a reza da Ladainha de Nossa Senhora, gerando uma sequência de invocações a santa.

Como devo rezar o terço?

O terço deverá ser rezado sempre que possível ajoelhado, com as mãos unidas e com o Rosário entre elas. Caso a pessoa sofra com alguma doença que impeça de se ajoelhar, é possível rezar em pé ou deitado sem nenhum tipo de problema. Na verdade, o importante mesmo é reservar um tempo para ter um contato intenso com Nossa Senhora.

Onde posso rezar o terço?

Geralmente o indicado é fazer esse tipo de oração em casa, onde a concentração tende a ser maior. Mas, caso você for uma pessoa muito ocupada, poderá fazer esta prática durante a jornada de trabalho. Quando não é possível fazer de outra maneira, esse tipo de oração tem valor para Nossa Senhora. É possível ainda rezar durante viagens.

Erros comuns durante os Mistérios

Existem dois erros bem comuns durante a reza dos Mistérios. O primeiro deles é não formular nenhuma intenção, é interessante pedir algumas graças ou então para evitar de cometer algum pecado. Outro erro é tratar o Rosário como uma causa religiosa e não identificar o seu verdadeiro significado.

Vantagens de rezar o terço

Quem reza o Rosário com a sua família, passando por todos os Mistérios, facilitará o perdão dos pecados. Rezar junto com a meditação faz o fiel se aproximar do contato com a Paixão de Cristo. Seria ainda um método de acabar com demônios.