Kingo Labs
Jogo do anel
Home » Aleatórios » Jogo do anel: saiba mais sobre a brincadeira

Jogo do anel: saiba mais sobre a brincadeira

Brincadeira comum durante a infância, o jogo do anel se destaca por ser barato e não envolver investimento com a compra de materiais. Para se divertir basta reunir um número adequado de participante, colocar todos em círculo e eleger um passador. Quer saber mais dicas exclusivas sobre o jogo do anel? Confira a seguir.

Jogo do anel

O jogo do anel é bem popular no Brasil, embora tenha perdido espaço nos últimos anos devido ao avanço da tecnologia que permite o acesso a novos tipos de equipamentos. Mesmo assim ele continua sendo bastante praticado nas salas de aulas ou durante os intervalos nas escolas. Se você tem mais de 20 anos de idade, com certeza já se divertiu com esse tipo de brincadeira.

Como é o jogo do anel?

O jogo do anel começa com a escolha do passador do anel, então ele põe o item em as suas mãos, colocando uma palma sobre a outra. Todos os participantes devem estar lado a lado, de preferência formando um círculo. O passador se levanta e passa por todos os outros jogadores, então deverá deixar o anel com um deles, sem que os outros percebam.

Assim que tiver passado por todas as pessoas, em pé ou sentado, o passador atual deverá perguntar em voz alta “Quem ficou com o anel?”, direcionando a pergunta para um dos jogadores. Se ele acertar será o novo passador e se errar receberá um castigo, escolhido por todos os participantes. As regras variam conforme a região do Brasil.

Como devem ficar as mãos no jogo do anel?

As mãos devem ficar unidas e entreabertas, no formato de concha. Primeiro a palma da direita deve ser unida com a da esquerda. Com uma mão sobre a outra, flexione um pouco para trás, deixando no formato indicado.

O mesmo deverá ser feito pelo passador, mas este estará com o anel entre elas. O ideal é que todos deixem as mãos da mesma maneira, facilitando a passagem e dificultando o acerto.

Passando mais de uma vez

Com o intuito de enganar os participantes e complicar ainda mais o momento da adivinhação, é indicado que o passador dê duas ou mais voltas no círculo, ele poderá deixar o anel na primeira delas ou na segunda.

A dica é ser rápido no momento de passar o anel, porque se demorar certamente irão desconfiar do participante que está com o objeto.

Pergunta repetida

Caso o passador tenha perguntado para uma pessoa e ela tiver errado, então ele deverá fazer a pergunta para outra pessoas. A questão continua até que alguém finalmente acerte o jogador que está com o anel.

Obviamente quem receber o objeto não poderá ser questionado. Lembrando que quanto mais bem passado for, menores serão as chances de acerto.

Participantes eliminados

A brincadeira de passar anel poderá funcionar no sistema eliminatório, ideal se forem muitos jogadores. Dessa maneira, assim que a rodada for concluída o passador deverá perguntar normalmente onde está o anel, então os que errarem são eliminados.

O que acertar vira o passador e depois terá a chance de perguntar, a brincadeira poderá seguir por algumas rodadas, até que sobrem poucos jogadores.

É possível usar outro objeto?

Sim. O jogo do anel tem este nome porque inicialmente utilizavam anéis. Acontece o seguinte, normalmente as meninas ou mulheres possuem anéis em suas mãos, dessa forma é só tirar um deles e começar a brincar com os amigos. Porém, é preciso ter cuidado para não perder o item, que é de valor sentimental e as vezes caro financeiramente.

Se ninguém do grupo tiver um anel, é possível sim brincar deste jogo com outro item. Tome cuidado e faça a escolha correta, optando por um objeto que seja pequeno e fácil de segurar na mão. Por exemplo, as borrachas não são grandes, mas apresentam boa aderência, podendo gerar complicações no momento de passar. Uma dica seria a utilização de moedas.

Qual o castigo do jogo do anel?

Não existe um castigo ou prenda especifico para ser aplicado em quem não acertar com quem está o anel. É indicado que as escolhas sejam leves, principalmente se envolver crianças, então o mais indicado passa a ser a imitação de animais, que geralmente são fáceis.

Expor a pessoa a uma situação vexatória não é recomendado, pois, poderá ocasionar em constrangimento.

Onde brincar de jogo do anel?

O jogo do anel é recomendado para ser aplicado em escolas. O ideal é que participem ao menos seis crianças, com mais de oito anos de idade. Porém, hoje em dia os pequenos estão cada vez mais espertos, podendo iniciar antes esse tipo de jogo.

Poderá ser jogado em casa, no quintal ou até mesmo em festas. Embora seja uma brincadeira lúdica, os adultos também podem participar.

Outros nomes do jogo do anel

Como o Brasil é um dos maiores países do mundo, com dimensões continentais, é comum que a nossa língua não seja a mesma no Sul e no Nordeste. Claro que o idioma é português, mas existem diversas alterações.

Isso vale para o jogo do anel, que em alguns lugares é chamado dessa forma, mas você pode conhecê-lo por anelzinho ou passa-anel. Todos são jogados da mesma maneira.

Mais de um objeto por vez

A brincadeira do anel pode ser turbinada com outros objetos. Além do item principal, é possível pegar um bolinha de gude e uma moeda, por exemplo. Assim o passador deverá entregar esses itens para diferentes participantes.

Logo que terminar, deverá perguntar o que está com quem. O jogador escolhido terá uma missão mais complicada, a de acertar três vezes.

Quem pode brincar no jogo do anel?

Basicamente qualquer pessoa poderá participar dessa brincadeira, desde que tenha domínio com as mãos e consiga esconder as suas expressões faciais. Existem jogadores que se entregam facilmente, seja por ter deixado o anel com alguém ou por terem recebido o objeto.

Por isso o melhor a fazer assim que estiver com o anel na mão é ficar em silêncio, evitando risadas e silêncio. Manifeste-se apenas quando perguntado.