Kingo Labs
Hitler veio para o Brasil?
Home » Aleatórios » Hitler veio para o Brasil?

Hitler veio para o Brasil?

Adolf Hitler nasceu na Áustria, mas foi na Alemanha que ele teve destaque. Conseguiu recuperar o país devastado pela primeira Guerra Mundial e transformar novamente em uma potência. Com a obsessão por formar uma raça pura e a vontade de anexar territórios, começou a Segunda Guerra Mundial. Ele teria morrido no fim do conflito, outros garantem que fugiu para a América do Sul. Quer saber mais sobre a fuga de Hitler para o Brasil? Continue lendo e veja a seguir.

Hitler no Brasil

Em 2014 foi lançado o livro “Hitler no Brasil – Sua Vida e Sua Morte”, escrito por Simoni Renée Guerreiro Dias. A publicação causou grande alvoroço, tamanhas afirmações que fazia. Segundo o livro, ele teria morrido com 95 anos, ou seja, teria vivido 39 anos a mais do que diz a história oficial. A morte teria acontecido na cidade de Nossa Senhora do Livramento, próxima de Cuiabá, no Mato Grosso.

Acontece que de acordo com Simoni, vivia na cidade um homem conhecido por “Alemão Velho”, que na verdade se chamava Adolf Leipzig. A autoria cita ao longo do livro que o suposto Hitler teria um caso com uma negra, para evitar qualquer tipo de suspeita. Ela ainda pretendia realizar um teste de DNA com um suposto descendente de Hitler, para confirmar a história.

Hitler no Rio Grande do Sul

Ainda de acordo com o livro “Hitler no Brasil – Sua Vida e Sua Morte”, ele teria fugido com a ajuda italiana, indo primeiro para Argentina, depois ao Paraguai e passado pelo Rio Grande do Sul antes de chegar ao Moto Grosso. A autoria cita que uma das provas seria uma internação médica de um homem com 81 anos, em Cuiabá, com origem gaúcha.

De onde surgiu a história que Hitler veio para o Brasil?

A autoria Simoni é graduada em Educação Artística e começou a pesquisar sobre o assunto após ouvir rumores de que Hitler na verdade não teria se matado. Ela se apegou ao fato de que outros nazistas famosos tinham vindo para a América do Sul, como o braço direito do führer, Joseph Goebbels.

O livro de Simoni surgiu após ela ter escrito o trabalho para um curso de mestrado em jornalismo. A publicação logo sofreu críticas, como a do professor de História Política e Contemporânea da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Cândido Moreira Rodrigues, que falou sobre a falta de critério cientifico no trabalho e a existência de provas em relação a morte oficial de Hitler.

Hitler veio buscar um tesouro no Brasil

Segundo Simoni, Hitler não somente fugiu da Segunda Guerra Mundial como veio para a América atrás de um tesouro. Ele teria ganhado um mapa da Igreja Católica, no qual indicava o local de preciosidades deixadas por jesuítas no século XVIII, próximo de Cuiabá. Porém, ele teria morrido sem encontrar o suposto tesouro.

O corpo de Hitler não foi encontrado

O principal fato que alimenta teorias indicando que Adolf Hitler não foi morto ao fim da Segunda Guerra Mundial é a falta de corpo, dele e de Eva Braun. Alguns afirmam que os encontrados nos supostos destroços do bunker seriam de sósias. A versão oficial diz que em 1970 os corpos foram desenterrados, queimados e as cinzas jogadas em um rio.

Em 1993 a KGB/FSB divulgou informações sobre a autópsia no corpo de Hitler. As tropas da União Soviética teriam chegado no local da morte 7h30min após o ocorrido. Teriam encontrado o crânio perfurado por uma bala de arma de fogo e cacos de vidro na boa. Em 2000 chegaram a exibir na Rússia o que seria parte do crânio dele, mas depois comprovaram a farsa.

Hitler foi visto na Colômbia?

Segundo documentos da CIA, de 1955, Hitler teria realmente vindo para a América do Sul e teria sido visto na Colômbia. Esse fato teria sido registrado por um agente secreto, que ao encontrar com o führer teria feito uma foto com ele e anexado aos documentos envidados para a agência. Hitler teria passado pela cidade de Tunja e mantido contato com o ex-agente alemão Phillip Citroen. segundo essa história, o homem passou a ser chamado de Adolf Schrittelmayor na América.

Hitler se suicidou?

Segundo a verão oficial da história, Adolf Hitler teria morrido no dia 30 de abril de 1945, quando tinha 56 anos de idade. A causa aceita é que ele teria se suicidado com uma arma de fogo e se envenenado com cianeto. Essa condição de utilizar dois métodos levantou teorias de que ele teria fugido para a América do Sul durante a parte final da Segunda Guerra Mundial.

No dia 22 de abril Hitler teria tido um colapso nervoso, admitindo que a derrota da Alemanha era eminente. Ele teria conversado com o médico Werner Haase dizendo que gostaria de se matar, então solicitou um método confiável para o suicídio. Na mesma época o italiano Benito Mussolini havia sido morto e Hitler jurava que não teria o mesmo fim.

Hitler morreu por ataque aéreo?

Existe um grupo de historiadores que garante que a vida do austríaco teria chegado ao fim assim que o seu bunker em Berlim foi destruído por ataques aéreos. Segundo eles, outras pessoas morreram no mesmo local, como a noiva de Hitler, Eva Braun. Todos os corpos teriam sido encontrados, mas o do líder do grupo estava carbonizado e só foi reconhecido devido a roupa e ao bigode.

FBI libera documentos sobre a fuga de Hitler

Embora muitos pesquisadores e estudiosos garantam que Hitler e Eva Braun tenham morrido na Alemanha, a falta de corpo do casal continua gerando dúvidas até hoje. Segundo teóricos da conspiração, eles teriam vindo para a América do Sul e passado por países como Brasil, Paraguai e Argentina.

Essa ideia foi reforçada após um ex-agente secreto da KGB, Dimitri Boryslev, lançar um livro sobre o tema. Hitler e outros oficiais nazistas de alto escalão teriam escapado por túneis subterrâneos que existiam em Berlim e ido para um outro continente utilizando submarinos. O próprio Stalin, da Rússia, teria ficado convencido sobre essa fuga de Hitler.