Kingo Labs
Copa Sul-Minas
Home » Esportes » Competições de futebol extintas

Competições de futebol extintas

O avanço das equipes, as mudanças econômicas e a perda de interesse dos dirigentes são alguns motivos que levam competições de futebol a extinção. Você se lembra da Copa Sul-Minas ou do Torneio Rio-São Paulo? E da Taça Interloto da UEFA? Aqui vamos relembrar as competições mais marcantes que deixaram de ser disputadas.

Competições de futebol extintas

Ao longo dos anos diversas competições de futebol são extintas e dão lugar a novos torneios. Outras mudam de nome, alteram o formato, mas a essência continua sendo a mesma. O Brasil é um dos países com mais competições extintas, onde algumas delas foram bem populares durante os anos em que eram disputadas.

Taça Interloto da UEFA

A Copa Interloto da UEFA ou Taça Interloto da UEFA, foi uma competição disputada durante 48 edições, sendo organizada pela UEFA apenas entre 1995 e 2008. Nas primeiras edições a competição tinha uma fase com vários grupos, onde os vencedores avançavam para os mata-matas, sendo que o primeiro campeão, em 1961, foi o Ajax.

Entre 1967 e 1994 a competição passou a ter vários campeões, onde o primeiro colocado do grupo era considerado campeão. A UEFA assumiu a organização em 1995, então passou a ser utilizada como qualificação para a Copa da UEFA, atual Liga Europa. O último campeão do torneio foi o Braga. Ao longo da história da Copa Interloto, o Slovan Bratislava, da República Tcheca, venceu oito vezes.

Copa Sul-Minas

A Copa Sul-Minas foi disputada entre 2000 e 2002, contando com três edições organizadas pela CBF. Foi criada devido ao descontentamento das equipes mineiras, com as rendas da Copa Sul de 1999. Dessa forma, mineiros, gaúchos, paranaenses e catarinenses formaram a nova competição. Serviu ainda como forma de classificação para a Copa dos Campeões.

Na primeira edição participaram 12 equipes, divididas em três grupos, onde as quatro melhores avançaram para a semifinal. O sistema se repetiu em 2001, já em 2002 foram 16 participantes, jogando no sistema de pontos corridos, com os quatro primeiro se classificando. O Cruzeiro foi bicampeão, além de ficar com o vice de 2000.

Torneio Rio-São Paulo

Entre idas e vindas, o Torneio Rio-São Paulo foi disputado 28 vezes. Envolvendo clubes do Rio de Janeiro e de São Paulo, estreou em 1933, passando a ser anual em 1950. Esse foi o embrião para o surgimento do Campeonato Brasileiro, já que a partir de 1967 começou a receber times de outros estados do Brasil, ganhando o nome de Torneio Roberto Gomes Pedrosa, o Robertão.

O primeiro campeão foi o Palestra Itália, atual Palmeiras. O primeiro time do Rio de Janeiro a vencer foi o Fluminense, em 1957, faturando de maneira invicta. A competição deixou de ser jogada entre 1966 e 1992, retornando no ano seguinte e permanecendo no calendário até 2002. Corinthians, Santos e Palmeiras venceram cinco vezes, sendo que o primeiro teve um título compartilhado e o Peixe dois.

Copa dos Campeões

A Copa dos Campeões, não confunda com o antigo nome da Liga dos Campeões da UEFA, foi outra competição que durou pouco tempo, apenas três edições, entre 2000 e 2002. Foi organizada pela CBF e tinha como objetivo definir o quarto representante brasileiro na Copa Libertadores da América. Nas duas primeiras edições foram nove participantes e 16 na última.

Poderiam participar os campeões ou vices da Copa do Nordeste, Copa Centro-Oeste, Copa Norte, Copa Sul-Minas e Torneio Rio-São Paulo, além de campeões do Paulistão e do Carioca. Os vencedores foram Palmeiras, Flamengo e Paysandu. Aliás, foi dessa forma que o Papão conseguiu sua vaga para a Libertadores, onde venceu o Boca Juniors em plena La Bombonera.

Copa Interamericana

A Copa Interamericana foi disputada 18 vezes entre 1968 e 1998. Ela reunia os campeões da Copa Libertadores da América e da Liga dos Campeões da CONCACAF. Diferente da Copa Intercontinental, essa não tinha muito prestígio dos sul-americanos. O maior campeão foi o Independiente, conquistando o troféu em 1972, 1973 e 1975. O Vasco foi o único time brasileiro a disputar, perdendo para o DC United.

Copa Intercontinental

Considerada por muitos como Mundial de Clubes, a competição foi disputada entre 1960 e 2004, com cancelamento em 1978. Reunia os vencedores anuais da Copa Libertadores e da Liga dos Campeões da Europa. Em alguns casos os times da UEFA decidiam não participar, então o representante do continente passava a ser o vice-campeão, como aconteceu com o Atlético de Madrid em 1974.

A Copa Intercontinental foi disputada no sistema de ida e volta entre 1960 e 1979. No ano seguinte passou a ser chamada de Copa Europeia/Sul-Americana, jogada em partida única disputada no famoso Estádio Olímpico do Tóquio, no Japão, sendo que nas últimas três edições mudou para Yokohama. Milan, Real Madrid, Peñarol, Boca Juniors e Nacional venceram três vezes.

Campeonato Brasileiro de Seleções Estaduais

Essa competição teve 30 edições realizadas, sendo que duas delas aconteceram no período de amadorismo. Começou em 1922 e seguiu até 1962, retornando em 1987 e sendo finalizada. Em 1991 o torneio foi iniciado, mas não chegou ao fim. O Rio de Janeiro faturou 15 títulos, seguido por São Paulo, que ficou com 13, Minas Gerais e Bahia levantaram a taça uma vez. A maior goleada foi de 16 a 0, aplicada em 1926 por São Paulo contra Santa Catarina.

Copa CONMEBOL

A Copa CONMEBOL foi disputada oito vezes, entre 1992 e 1999. O torneio foi perdendo prestigio ao longo dos anos, sendo que na semifinal de 1999 disputaram Talleres (Argentina), CSA, Deportes Concepción (Chile) e São Raimundo-AM. O Atlético Mineiro foi o maior campeão, levantando a taça na primeira edição e em 1997. Somente brasileiros e argentinos foram campeões.

Supercopa Sul-Americana

Organizada pela CONMEBOL em dez edições, a Supercopa Sul-Americana também era chamada de Supercopa Libertadores, já que reunia todos os campeões da competição continental. Estreou em 1988 e seguiu até 1997. O Vasco da Gama participou da última edição por ter conquistado o Sul-Americano de Campeões em 1948, lembrando que o cruzmaltino faturou sua Libertadores no ano seguinte. Cruzeiro e Independiente venceram duas vezes cada.