Kingo Labs
Atlantis o reino perdido
Início » Teorias » Atlantis: o reino perdido

Atlantis: o reino perdido

Diversas investigações já foram realizadas para tentar encontrar o território de Atlantis, mas até hoje nada de concreto foi encontrado. Teoria é o que não falta, tem gente que acredita que Atlantis hoje seja o deserto do Saara. Onde ela ficava? Quando desapareceu? Quer saber mais sobre o reino perdido? É só continuar lendo.

O que é Atlantis, o Reino Perdido?

Também conhecida como Atlântida, Atlantis é tratada como uma suposta ilha ou um suposto continente que teria desaparecido. Essa lenda é muito antiga, sendo mencionada pela primeira vez pelo filósofo Platão, que viveu por volta de 400 a.C. Atlantis era descrita por ele como uma potência naval, tendo conquistado muitos territórios pelo mundo.

Veja também – Rasputin: conheça a história do místico russo

A existência de Atlantis foi debatida principalmente durante a antiguidade clássica, que durou até o século V, hoje ainda existem pessoas que pensam ser real a história do continente desaparecido. O tema ganhou destaque na literatura, onde diversos livros foram produzidos sobre o assunto, assim como no cinema. Atlantis segue viva, ao menos como lenda.

Onde ficava Atlantis?

Quando começou a era das grandes navegações e continentes inteiros foram descobertos, alguns pensaram que Platão estava certo. A América, a Oceania e a Antártida foram descobertas, locais nos quais os gregos nem imaginavam que existiam. Algumas ilhas foram tratadas como possíveis locais para Atlantis, como o Altiplano Boliviano e a Indonésia, que é um pequeno país asiático.

Em seus livros Platão dizia que Atlantis ficava “sob os Pilares de Hércules”, hoje no Estreito de Gibraltar, entre a Espanha e o Marrocos. Um pesquisador francês chegou a fazer um estudo e em 2001 garantiu que as terras realmente haviam afundado, ao menos era o que apontava um levantamento seu, considerado o nível do oceano nos últimos 11 mil anos.

Durante a Idade Média muita gente tentou encontrar Atlantis. No século XIX foram feitas descobertas importantes na Ilha de Santorini, no mar Egeu, gerando um debate se seria Atlantis, foi concluído que alguns milênios antes ela possuía uma ilha central, que afundou por causa de um vulcão. Existem alguns teóricos da conspiração que pensam estar no Oceano Atlântico, facilitando a troca de informações entre mais e egípcios.

Atlantis virou deserto?

A maioria das teorias apontam que o local onde um dia teria sido Atlantis foi tomado pela água, possivelmente do mar. Algumas pessoas acreditam que a história não é bem assim, pensam que ficava no lugar onde hoje é o Deserto do Saara, que um dia foi mar. A areia teria destruído tudo o que havia de construções, quem sabe.

Quando Atlantis afundou?

Depende de qual teoria você prefere acreditar. Se é difícil saber onde ficavam essas supostas terras, imagina a data que teriam desaparecido. Uma teoria aponta que um tsunami há 2 mil anos teria varrido a região de Gibraltar, deixando resquícios próximos no Marrocos, mais especificamente em Marrakesh, essa ideia foi comprovada por meio de estudos.

Como já citado, um pesquisador analisou o nível da água nos últimos 11 mil anos, considerando elevação no Oceano Atlântico. Já em relação a Ilha de Santorini, a erupção do vulcão aconteceu por volta de 1645 a.C. Algumas questões ainda ficam no ar, como Platão sabia desse acontecimento?

Por que Atlantis afundou?

Segundo a lenda contada por Platão, Atlantis teria desaparecido repentinamente após tentar atacar Atenas, então os deuses decidiram castiga-los. Não existem muitos detalhes sobre esse contexto. Outros acreditam que foi levada por um tsunami ou apenas pela subida de nível na água do Atlântico.

Atlantis e Aquaman

No universo da DC Comics, Atlantis continua existindo, embaixo d’água. Quem manda por lá é o rei Aquaman, que recentemente ganhou um filme. Aquaman é um híbrido, nascido da união entre uma mulher de Atlantis e seu pai da Terra, um de seus objetivos como rei é inserir novamente o continente ao meio do planeta.

Atlantis é retratada como um lugar no mar, que recebe muita poluição causada pelas pessoas que vivem na superfície. É contado ainda que assim que o território afundou, a população desenvolveu técnicas para sobreviver na água. A primeira aparição do Aquaman foi em 1941, sendo tratado no início como um herói secundário, embora contasse com diversos poderes.

Como Platão conhecia Atlantis?

Atlantis, se realmente existiu, afundou muito antes do filósofo Platão pisar neste planeta. Ele teria ficado sabendo da existência deste território por conta de Sólon, um poeta e estadista grego, que por sua vez teria conseguido as informações com sacerdotes egípcios, em um templo na cidade de Saís.

Quem vivia em Atlantis?

Existe uma teoria que aponta que os atlantis viveram há 100 mil anos. Acredita-se que eles tenham convivido com o povo lumiriano, próximo da região onde hoje é a Austrália. A população teria enfrentado duas grandes catástrofes antes da destruição final, a primeira delas em 50 mil a.C. e a segunda em 28 mil a.C. Acredita-se que tenha sobrado uma ilha, onde surgiu a civilização citada por Platão, que viria a desaparecer numa única noite. Platão descrevia o povo de lá como pacífico.

Qual era o tamanho de Atlantis?

Platão se referia a Atlantis como um continente gigante, tão grande quanto o asiático, cercado de muitas ilhas. Sua capital seria Poseidonis, em homenagem a Poseidon, que regia aquelas terras. Outra hipótese é de que Atlantis teria 480 km de extensão, com 320 km de largura, sendo um planalto central com saída para o mar localizado em uma parte da Irlanda.

Atlantis perdeu para o gelo

Enquanto Platão vivia, ninguém sabia da existência de um continente gelado. O doutor em física nuclear Arysio Santos acredita que Atlantis tenha existido até 11,6 mil anos atrás, num local próximo a Indonésia. Nessa época a terra passou pela última era do gelo, assim o nível dos oceanos subiu, destruindo aquele local.

Atlantis nunca existiu!

Essa é a hipótese mais aceita atualmente, mas é bom lembrar que na ciência e na história nada é definitivo e uma nova prova pode mudar tudo o que conhecemos hoje. Platão teria inventado tudo baseado na explosão de um vulcão ou no desaparecimento de uma pequena ilha grega.