Kingo Labs
Alienígenas na Segunda Guerra Mundial
Home » Ufologia » Alienígenas na Segunda Guerra Mundial

Alienígenas na Segunda Guerra Mundial

Ao longo dos milhares de anos da história humana na Terra, ainda não foi comprovado que recebemos visitas de alienígenas. Pesquisadores indicam que desde tempos remotos o planeta é visitado por naves extraterrestres, principalmente em épocas de guerras. Aliens ajudaram Hitler? Eles atuaram na Segunda Guerra Mundial? Saiba mais sobre o assunto a seguir.

Segunda Guerra Mundial

Entre 1939 e 1945 milhões de pessoas perderam suas vidas durante a Segunda Guerra Mundial. Esse conflito se estendeu por diferentes continentes e colocou muitas nações no campo de batalha. Foi um período de grande evolução para a ciência, o que colabora para o surgimento de algumas teorias sobre estas novas tecnologias. Alguns especialistas no assunto afirmam que os alienígenas participaram ativamente desta Guerra.

Alienígenas monitoram nossas guerras?

Teorias indicam que desde os tempos mais remotos, há milhares de anos, sempre que acontece algum conflito entre diferentes povos, estranhos objetos são vistos voando pelo céu. Um destes objetos voadores não identificados (óvnis) teria sido visto no Iraque, no começo da década de 2000. E essa situação não teria sido diferente durante a Segunda Guerra Mundial.

Em muitos casos os avistamentos na verdade se tratam de aeronaves militares prontas para o combate. Desde o Antigo Egito, por volta de 3000 a.C. já existiam relatos de naves sobrevoando a região. Em alguns casos eram deixados círculos de fogo, como teria acontecido numa batalha de conquista liderada pelo faraó Thutmose III, entre 1468 e 1436 a.C.

Hitler tinha apoio de alienígenas?

Durante a Segunda Guerra Mundial surgiram informações fortes indicando que as tropas de Adolf Hitler, da Alemanha e de Benito Mussolini, da Itália, teriam abatido naves alienígenas e utilizado para fazer engenharia reversa. A intenção segundo alguns historiadores era montar uma tecnologia imbatível. Depois, Estados Unidos e Rússia passaram a ter o mesmo pensamento.

Existe ainda uma teoria que aponta para uma parceria entre os nazistas e a sociedade reptiliana. Esse acordo teria mudado completamente o patamar da Alemanha e ajudado na recuperação após a Primeira Guerra Mundial. Teriam recebido máquinas de origem extraterrestre e livros para ensinar a operação destes equipamentos. Antes que a Alemanha recebe naves que chegariam a velocidade da luz os Estados Unidos descobriram o plano.

Hitler cumprimentou um alienígena?

A partir de 2011 uma imagem viralizou na internet, mostrando Adolf Hitler cumprimentando um suposto alienígena. Essa foto é falsa, segundo especialistas Hitler está olhando para cima e cumprimentando Mussolini, não um ser de outro planeta. A foto original inclusive chegou a ser capa de jornal da época, mesmo assim ainda faz sucesso.

Estados Unidos tiveram ajuda extraterrestre?

Se tem teoria de um lado, tem do outro também. Enquanto os reptilianos estavam com os nazistas, os anunnaki teriam ajudado os Estados Unidos a revertem a situação. O presidente do país, Dwight D. Eisenhower teria se reunido por três vezes com entidades alienígenas, vindos de outros sistemas solares. Teria servido como uma renovação de um acordo feito em 1934 por Franklin Rooseveldt, presidente durante a Grande Guerra.

Como os governos reagem aos alienígenas nas guerras?

Normalmente durante as guerras, assim que avistam algum óvni os governos agem da mesma maneira que sempre, investigam os fatos e então fazem nenhum tipo de revelação sobre o assunto. Na maioria das vezes os dois lados de uma batalha conseguem ver esses acontecimentos. Os problemas terrestres passaram a interessar os alienígenas ainda mais na Segunda Guerra Mundial.

Qual a preocupação dos alienígenas?

Se acredita que os seres de outros planetas aproveitam as guerras para estudar o comportamento dos humanos quando estão em conflito. Mas, eles teriam passado a ter uma grande preocupação assim que a primeira bomba nuclear foi lançada, em 1945. Dessa forma as criaturas teriam percebido a capacidade de fogo dos humanos e passado a visitar ainda mais o nosso planeta, para garantir que o universo não fosse ameaçado ou mesmo destruído.

Livro sobre os extraterrestes na Segunda Guerra Mundial

O autor Jorge Bessa publicou em 2017 o livro “Os Extraterrestres na Segunda Guerra Mundial: Da Alemanha aos Estados Unidos”, falando sobre o suposto contato entre seres humanos e alienígenas durante os combates daquela época. De acordo com ele, a forma de identificar e interpretar os aparecimentos de aliens depende de cada pessoa.

A publicação trata de alguns temas que tem ganhado destaque importante nos últimos 40 anos, como a aparição de discos voadores, reencarnação e outros planetas habitados que ainda não conhecemos. O livro trata anda sobre a Transição Planetária, que está por começar, segundo teóricos do assunto e mudaria completamente a vida na Terra.

A data limite para o contato com alienígenas

De acordo com o célebre médium Chico Xavier, a data limite para que a humanidade passasse a ter contato com seres extraterrestres, que trariam diversas inovações para as nossas vidas, seria 20 de julho de 2019. Esse dia tem relação com o momento em que o homem pisou pela primeira vez na lua.

Ainda segundo Chico Xavier, naquele momento aconteceu uma reunião entre as potências celestiais do sistema solar, para debater os avanços conquistados pela sociedade humana. Então teria ficado decidido que se dentro de um período de 50 anos nenhuma grande guerra fosse registrada, o planeta passaria a viver em um novo tempo.

Estados Unidos e União Soviética tiveram pacto contra alienígenas

Quando terminou a Segunda Guerra Mundial, foi a vez da Guerra Fria tomar conta das manchetes dos jornais pelo mundo. Mesmo, assim os presidentes Ronald Reagan e Mikhail Gorbachev tinham um acordo informal para se protegerem de ataques feitos por extraterrestres. Os líderes teriam se reunido em 1985, durante a Cúpula de Genebra e debatido o assunto, garantindo a segurança do planeta.

Reagan teria perguntado para Gorbachev se a União Soviética ajudaria os Estados Unidos em caso de uma invasão hostil por parte de alienígenas. O soviético teria concordado e fez a mesma pergunta ao norte-americano, que também se propôs a ajudar. Antes, nas décadas de 1950 e 1960 os governos já haviam trabalhado juntos pensando em defender a Terra de possíveis ataques perigosos vindos de outros seres.